Blog nº1

Indiscutivelmente o melhor blog...

Rega automática - Furo Artesiano

Após a conclusão da montagem da minha rega gota a gota automática, comecei a ter dois problemas:
1 - a única água que tinha disponível para a rega era água da rede, o que num futuro muito próximo se iria reflectir numa factura bem pesada de água para pagar.
2 - com o crescimento do espaço plantado, a água começava a não ter pressão suficiente para regar os sectores que começavam a ficar maiores, o que por sua vez, implicaria a aquisição de mais programadores de rega, e uma reestruturação dos sectores.

Pois bem, já com este problema em mente, quando dei inicio à montagem do meu sistema de rega automático gota a gota, decidi pedir uma licença para a construção de um furo para captação de água, conhecido como Furo Artesiano.

Graças à entrada em vigor este ano de "lei dos poços", como é conhecida aqui pelas minhas bandas, o processo de obtenção de licenças para a construção de um furo artesiano foi altamente prejudicado, tendo a licença sido solicitada no mês de Março, mas só este mês é que me foi concedida.

Até agora, a primeira fase está concluída, que é a abertura do furo em si, que passo a documentar com algumas fotos:

Camião que efectua a perfuração do solo

Torre na vertical, com a broca a perfurar

Broca já com alguns metros perfurados

Mecanismo que permite acrescentar mais tubos à broca, de forma a ir aumentando o seu comprimento.

Tanque escavado posteriormente para receber a água necessária ao processo de perfuração

Localização do furo em relação à casa

O processo de construção é relativamente simples: o camião possui uma bomba, que capta água do tanque escavado no solo, injecta essa água no tubo da broca, saindo na ponta da broca. Com o funcionamento, a broca vai desgastando o solo, e as partículas libertadas são expelidas á superfície pela água que é injectada. Essa água com sedimentos regressa ao tanque, para voltar a ser bombeada, ficando os sedimentos no fundo. No final do processo, teremos o tanque praticamente cheio, entre sedimentos e água.

A fase a seguir é a montagem de uma bomba eléctrica, para captar a água do furo. No meu caso, o furo ficou com 144 metros de profundidade, ficando o nível da água entre os 50/60 metros de profundidade. Isto implica colocar a bomba a pelo menos 75 metros de profundidade, mas sobre isto falarei mais tarde, com o desenrolar dos trabalhos.

0 comentários:

Últimos comentários

Últimas do Twitter

    Sigam-me no Twitter
    Blog Widget by LinkWithin